XD Classificados Facebook Twitter

Esportes

imagem

Academia Anatomia

Academia Anatomia.

imagem

Hotel Fazenda Sonho Meu

Imagine um lugar onde pode andar
de pé no chão.

imagem

Projeto Vida Urgente

Ajuda e apoio para pessoas.

imagem

Atacadão Das Cestas Básicas Xerém

Atadadão das cestas Xerém.


Esportes

foto

Júlio Marinho

Foto: Vitor Costa (Futrio)

Júlio Marinho enumera erros que atrapalharam Duque de Caxias em 2018

Pré-temporada tardia, campo ruim e saída de atletas foram temas abordados


No último sábado (01/09) o Duque de Caxias se despediu da Série B1 do Campeonato Carioca sendo derrotado pelo Sampaio Corrêa. Mesmo tendo lutado até as últimas rodadas pelo acesso, o Tricolor de Xerém acabou terminando apenas na 11ª colocação da classificação geral, com 29 pontos. O comandante da equipe, Júlio Marinho, enumerou alguns pontos que acabaram pesando contra durante a caminhada.

- Nós demoramos a começar o trabalho. Quando eu cheguei ao clube, faltavam 17 dias para começar o campeonato e ainda existia uma demanda para observar alguns jogadores. E isso requer tempo. Alguns jogadores que chegaram antes, fomos acelerando a parte física deles. Mas a maioria foi chegando no decorrer do trabalho, pois estavam jogando em outros estados. Isso não é fácil quando não temos muitas coisas disponíveis. Eu não tive uma pré-temporada longa, não consegui fazer treinos integrais... isso tudo dificulta um pouco - disse o treinador, que prosseguiu.

- Não estou falando que isso foi preponderante para não chegarmos ao acesso, mas contribuiu. A coisa poderia ter sido mais ajustada, mas ainda tivemos equilíbrio. No primeiro turno, o campo nos atrapalhou bastante. Tínhamos um time leve do meio para frente, mas na nossa casa era muito difícil jogar. Era para todo mundo, não era só para a gente não. Existia o risco de lesão, os jogadores se queixaram de dores, e tínhamos que trabalhar para não perder os jogadores. A maioria dos jogos fora nós ganhamos, mas em casa era complicado.

Júlio Marinho seguiu falando dos problemas encontrados durante a trajetória caxiense na Segundona Estadual e lamentou a saída de alguns jogadores que, segundo ele, deixaram o elenco mais enfraquecido na reta final da competição.

- Perdemos dois jogos muito importantes, primeiro para o Serrano, em um jogo atípico, pois caiu um dilúvio no jogo. Eles fizeram 1 a 0 e depois não teve jogo. E também perdemos para o Friburguense. No segundo turno, na reta final, perdemos o Darlan, o Oziel, o Marcelo Cabral e o Bruno Veiga. Isso tudo, ainda mais num elenco com poucos jogadores, deixa a equipe mais fraca. Fizemos um bom campeonato, dentro do possível, mas poderíamos ter conseguido a classificação para as semifinais - finalizou.

Sem mais compromissos pela Série B1, o Duque de Caxias só volta a campo no ano que vem, quando vai jogar novamente a segunda divisão do Rio de Janeiro.

Fonte: Renan Mafra / Futrio

06 de Setembro de 2018

08:37:52

compartilhe

Contador: 000055

imagem

Edu Persí

Cantor, compositor e ator.

imagem

Consultório Veterinário Pet Shop

imagem

Mary Podóloga

Tudo para seus pés.

imagem

Mercado Modesto Mantiquira


Preço, qualidade e bom atendimento.