XD Classificados Facebook Twitter

Notícias

imagem

Curso Preparatório Esan Trindade

Reforço Escolar.

imagem

Rádio Ebenézer

Aluguel de Brinquedos.

imagem

Center Fruit Da Jú

Posso todas as coisa naquele
que me fortalece (Fil.

imagem

Natan Corte

(Rua da Policlínica).


Notícias

foto

Foto: Inter Tv

MPF pede fim do contrato de concessão da Concer e suspensão da tarifa de pedágio na BR-040

Um dos motivos considerados pelo órgão é a paralisação das obras da nova pista de subida da Serra, que diminuiria o tempo de viagem entre Petrópolis e Rio.


O Ministério Público Federal (MPF) entrou com uma ação judicial pedindo o fim do contrato de concessão da Concer, concessionária que administra a BR-040, e a suspensão imediata da tarifa de pedágio. Um dos motivos da ação, segundo o órgão, é a paralisação das obras da nova pista de subida da Serra, que diminuiria o tempo de viagem entre Petrópolis e Rio.

Além disso, o MPF também teve acesso a um relatório da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que mostra que de agosto do ano passado a março deste ano, a rodovia não passou por manutenção.

Segundo o Ministério Público esta ação é um dos principais documentos que foram anexados ao processo de mais de 2 mil páginas movido pelo MPF contra a concessionária, a ANTT e a União.

De acordo com a Procuradora da República , Joana Barreto, a ANTT comunicou, de forma não oficial, que haverá um reajuste imediato de 4% na tarifa de pedágio e que a publicação em Diário Oficial pode ocorrer a qualquer momento.

Esta é a quarta ação movida pelo MPF contra a concessionária. Nela também foi incluído um relatório de uma fiscalização feita pelo Tribunal de Contas da União que identificou sobrepreço de cerca de R$ 400 milhões na obra que está parada há mais de um ano e ainda está pela metade.
Questionada, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) não respondeu se haverá mesmo reajuste da tarifa do pedágio. Sobre a ação do MPF, disse apenas que o assunto seria discutido em uma reunião, mas houve um pedido de vista por um dos diretores.

O Tribunal de Justiça afirmou que recebeu a ação, mas que ainda não há data determinada para que o juiz se manifeste.
Já a Concer informou que não vai falar sobre a ação e sobre o reajuste da tarifa.

Fonte: G1 Região Serrana

21 de Setembro de 2017

16:13:09

compartilhe

Contador: 000055

imagem

Silvania Materiais De Construção Em Xerém

Com produtos de excelente qualidade.

imagem

Texturacor Xerém

Um novo conceito.

imagem

Transporte Escolar & Universitário Xerém Caxias & Petrópolis

Transporte.

imagem

Recuperadora Martelo Bom

LANTERNAGEM & PINTURA.